terça-feira, março 27, 2007

Jean loup Sieff



“...Letra maiúscula também sangra...”


Ednei Pereira Rodrigues


6 comentários:

F. Reoli disse...

...gotejando palavras lancinantes....

Beijos

Mão Branca disse...

Oi.
Vi seu comentário no boteco do ribeiro e vim aqui.
Interessante.
Mas... bem... p q vc riu de Xará Demônio (entenda, não é crítica, apenas uma perguntinha para entender melhor como os outros lêem minhas coisas).
Foi uma risada tipo alívio ou tipo escárnio?
Hehehe
[]s

caeiro disse...

mais uma vez o quarto de hotel (pelo menos parece um)... a solidão é estranha, num quarto desse então...e, bem, qualquer letra sangra, não?

douglas D. disse...

hoje, a tarde passará apressada.

Maria Patricia disse...

Outra anoréxica, raios!!!

peka disse...

O detalhe do telefone é que mata... quantas vezes peguei no celular só pra ver se ele havia ligado e nada... e nunca... Resolvi dar um toque pra ver se discava de volta... e nada... e nunca... Liguei e esperei até ele atender, mas queria mais que escutar sua voz... e escutei que a culpa era toda minha... Preferia não ter escutado!
Teu blog é o máximo, dá pra sentir tua alma...

 
Free counter and web stats