domingo, dezembro 17, 2006

.



hoje nada. silêncio.



.

4 comentários:

Ednei disse...

Às vezes o silêncio confunde mais do que as mais bem articuladas palavras
O exercício do Silêncio é tão importanmte quanto a prática da palavra
"Ou se deve ficar calado,ou dizer coisas que valham mais que o silêncio"
(J.C.Luce)
chega de silêncio agora...vamos fazer um pouco de barulho?????rs rs rs viu a mensagem que eu te mandei na imagem do casal dançando tango???responda porfavor!!!!!

Patricia disse...

Oi Marie! To me divertindo horrores nessa cidade maluca. Chego aí sexta, vou comprar passagem amanhã, porque eles já estão "correndo fora de passagem"!
Assim que comprar te ligo pra dizer a hora, tá? Bacio

Maria disse...

Pipão, vc tá tão cosmopolita, querida, que não consigo imaginar em que parte do planeta vc está agora... mas sei onde vai estar logo mais! Tô esperando, bisou bisou; a Nina me perguntou se vai ter que dar vôos rasantes desta vez, tadinha, saudades, chérie.

Ednei disse...

Soneto que silencia

O gato ladra no ladrilho
O cachorro ronrona como uma sanfona
Borro um texto cafona
Para ninguém feri-lo

Abro a janela
O uísque uiva para a Lua
Antes que eu conclua
Convida as estrelas para entrar em minha cela

A porta com ciúmes
Rangia como se tivesse dentes
Ausculto a Solidão que fez lume


Acendeu o candelabro empoeirado
Ela dizia fluente
Que eu nunca mais vou te ver neste enfado

 
Free counter and web stats