domingo, junho 03, 2007

ana, a palindrômica

(closer)


você não sabe deste nó.


8 comentários:

gdec disse...

Não minha querida, não creio que sejas palindrómica.
Antes dialéctica porque, quando voltas é sempre num grau superior.

geraldes de carvalho

gdec disse...

Fiz aqui um comentário mas parece que não passou.
Dizia-lhe eu que a querida Ana não era palindrómica mas sim dialéctica porque renasce sempre num grau superior .
Um abraço
Geraldes de Carvalho

douglas D. disse...

falta-me ar
e o chão parece longe demais de mim.

Anônimo disse...

Ai, Marie, por que você é tão fugaz, chérie?
Saudades absolutas,
Pipa

Alê Namastê disse...

Tenha uma ótima semana!
Beijos*

Ácido Poético disse...

desate-os

viajante disse...

nenhum nó é infinito
desatá-lo? é só saber por onde começar.
não consegue? deixe como está.

vida de nó também é vida.

palíndroma mas em movimento.

(mesmo que não saia do lugar)

Maria Patricia disse...

Ah! fiquei feliz que nas suas estatísticas tem uma bandeirinha bem em cima da minha casa!!! Exclusiva!

 
Free counter and web stats