sexta-feira, abril 20, 2007

página de autobiografia explícita

Ecstasy, Maxfield Parrish


nos supermercados do mundo
liquidei - me dono de tudo
sem saudades do que fui
hoje não mais me iludo
com máscaras de demiurgo
ou qualquer papel de fundo
assumo o desejo bruto
sentimento irresolúvel e impuro
fruto do mais direto prelúdio
a um espírito sem contramuros



[do livro Simulações] Sandro Ornellas

10 comentários:

sonhadora disse...

Deixa-me sonhar!
Beijinhos embrulhados em abraços

Anônimo disse...

Caraca, muito bom esse Ornellas! Beijim LU

caeiro disse...

impressionante o texto do cara. muito bom.

sonhadora disse...

sonhos. Beijinhos embrulhados em abraços

eduardo disse...

Nossa... sem palavras.

F. Reoli disse...

Senti o vento soprando no rosto. e abri meus braços pro horizonte

Saramar disse...

Adorei!
Muito bonito e intenso.
A imagem também está maravilhosa.
Obrigada.

beijos

Ácido Poético disse...

Show, maravilha moça!

Beijos
Brunø

cássio amaral disse...

Muito bom seu blog, Ana!
Vim bebi e chapei...
Seja bem vinda sempre no Sonen(que quer dizer pensamento, razão+objetivo+sentimento em japonês)
Grande Abraço.
P.S. Vou linkar teu blog no meu now!
Mantenha a telepatia.

adelaide amorim disse...

Bonito blog de poemas e imagens, Ana. Gosto muito daqui. Um beijo e obrigada pelos comentários tão simpáticos.

 
Free counter and web stats